7.7.16

Medo de fazer cocó

A minha filha sempre foi um pouco obstipada. O facto de não ter sido amamentada teve esta consequência gravíssima. Toda eu me espremia para extrair mais um pouquinho do meu leite, mas aos 2 meses acabou-se. Logo aí mostrou dificildades em fazer cocó e tínhamos que ajudar com Bebegel. Se não fizesse cocó um dia, no dia seguinte era mil vezes pior e doloroso.
Quando começou a diversificação alimentar, as coisas melhoraram um pouco. A ingestão de fibras aliviou um pouco a coisa e o bebegel era usado muito raramente. A minha filha sempre bebeu imensa água, comia bem a sopa e frutas, por isso o problema ficou sempre mais ou menos controlado. No entanto, sempre que não fazia num determinado dia, tornava-se muito difícil a evacuação no dia seguinte. E começava a ter medo, claro. Eu debatia-me com a tentativa de deixar a natureza funcionar livremente e impedir que a minha filha sofresse desnecessariamente. Portanto, eu esperava que ela fizesse cocó sozinha, no máximo, um dia e meio. Caso contrário, entrava em acção o bebegel.
Nos últimos tempos, a coisa piorou. A alimentação mantém-se a mesma: come sempre sopa, come fruta, bebe imensa água. O cocó dela é duro, seco e feito de bolinhas todas juntas. Como podem imaginar, é muito difícil expelir isto. E doloroso. Não sei como seria se ela não comesse bem e não bebesse tanta água!
Para evitar o uso de bebegel com tanta frequência (apesar de a pediatra me ter dito que não havia grande problema), experientei um Xarope de Maçãs Reinetas. Demorou uns dias a fazer efeito, mas depois até resultou. Entretanto, já nem isso resultou. Segundo pude perceber através de uma pesquisa, as crianças e bebés, com o medo de fazer cocó, provocam eles próprios a obstipação, simplesmente porque não fazem cocó quando têm vontade. Deve ser o que acontece com a minha menina. Sempre que lhe pergunto se quer fazer cocó, diz que não. E para lhe aplicar o bebegel também já se torna complicado porque ela resiste muito.
Vou ter mesmo que ir à pediatra com ela esta e tentar outra abordagem que evite consequências maiores.

3 comentários:

  1. Boa noite,o meu filho também sofreu de obstipacao, depois de alterar a marca de leite para o especial crescimento da mimosa,e fazer durante uns tempos um tratamento com o xarope laevolac de ameixa,houve enormes melhorias. Rara é a vez que anda obstipado.

    ResponderEliminar
  2. Olá!!! A minha filhota também era assim. Além disso andava sempre com a barriga super inchada. Descobrimos que tinha desenvolvido uma ligeira intolerância à lactose. A pediatra sugeriu que lhe déssemos leite sem lactose e nunca mais houve problemas. Ela come iogurtes, queijos... tudo com lactose. A única exceção é mesmo o leite que é o que tem maior concentração... Connosco resultou e nunca mais tivemos problemas... Espero ter ajudado!

    ResponderEliminar

.